Na mídia: Alunos da Unifesp pressionam prefeito

Estudantes gritaram palavras de ordem contra o prefeito
Por Deisy de Assis
Em greve há 19 dias, os alunos do campus Guarulhos da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) pressionaram o prefeito Sebastião Almeida. O chefe do Executivo se pronunciava por ocasião da entrega de uniformes a crianças da rede pública municipal de ensino, na tarde de ontem, no Centro Educacional Unificado (CEU) Pimentas.

Os estudantes expuseram faixas de protestos e pediram um posicionamento do governo municipal. O prefeito atendeu aos alunos em sala reservada, e ouviu as reivindicações sobre a locação de um terreno em frente do CEU para a construção de moradias para estudantes, além de queixas sobre o preço das tarifas de ônibus e a mobilidade local.

Almeida argumentou que a discussão sobre o transporte entre o município e a Capital é pertinente ao Governo do Estado. Quanto ao terreno que deve ser locado à Unifesp, o qual seria insalubre, segundo alunos, por ter resíduos de lixo, o prefeito disse: “Topo discutir com seriedade. Formem uma comissão e podemos agendar uma reunião”.

Com relação à concessão de salas do CEU à Unifesp, Almeida disse que a intenção era que a Prefeitura contribuísse. Os alunos, no entanto, acusam a administração municipal de inerência ao Governo Federal. “Vamos nos reunir para discutir a proposta do prefeito de formar uma comissão para esta reunião”, disse um dos representantes dos estudantes.

No local havia equipes da Guarda Civil Municipal (GCM), até mesmo do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gate).

Professores param amanhã; alunos seguem em greve

Segundo a comissão de comunicação do movimento grevista de estudantes, durante reunião ontem, professores decidiram iniciar greve de uma semana amanhã, embora tivesse sido mencionado que a paralisação dos docentes ocorreria a partir de ontem.  Já a assessoria de imprensa da Unifesp diz que a greve ocorre a partir de quinta-feira (12).

Os alunos seguem em greve por tempo indeterminado e, conforme a comissão de comunicação, está prevista uma audiência pública com a direção do campus, na tarde de hoje, para tratar das reivindicações. “Também estamos aguardando uma carta resposta da universidade, que deve ser liberada amanhã [hoje]”, disse um componente da comissão.

Questionada, a assessoria de imprensa da instituição não se pronunciou sobre a reunião de representantes da Unifesp com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. A comunicação afirma que a licitação para a construção de novo prédio está em vias de conclusão.

Fonte: Folha metropolitanahttp://www.folhametro.com.br/folhametro/f?p=254:24:1012901643800408::::P24_ID_NOTICIA,P24_ID_CADERNO:247300,909,

One thought on “Na mídia: Alunos da Unifesp pressionam prefeito

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s